• Márcio Matos

Linha de Crédito para Energia Solar

Atualizado: 16 de ago. de 2020

Nesse post vamos te ajudar!



Diversas linhas de financiamento de energia solar são oferecidas, hoje, no Brasil através de bancos públicos e privados, muitas das quais permitem pagar a parcela com a própria economia obtida na conta de luz, tornando a aquisição dos sistemas fotovoltaicos mais acessível para boa parte da população.


Conheça as formas de financiamento que mais aceleram o retorno sobre o investimento no sistema fotovoltaico e confira quais são as 9 melhores linhas disponíveis hoje no Brasil, tanto para consumidores pessoas físicas como jurídicas. É indiscutível que um sistema solar fotovoltaico deve ser visto como um investimento, investindo-se no presente para colher retornos futuros de longo prazo.


Um sistema fotovoltaico dura mais de 25 anos e, na verdade, não há prazo máximo de duração estabelecido. Muitos estimam que, em condições de boa manutenção e com uma instalação e design feito por uma empresa de energia solar 100% profissional , um sistema possa durar mais de 30 anos!


A forma de pagamento que maximiza o retorno sobre o investimento (ROI) e diminui ao máximo o Payback (tempo de retorno) de um sistema solar fotovoltaico é o formato “à vista” ou parcelamento sem juros, pois economiza-se nos custos dos juros do financiamento.


Igualando a parcela do financiamento ao valor economizando na conta de energia

Uma das estratégias é fazer com que o financiamento de energia solar contemple parte do sistema fotovoltaico via uma instituição bancária, e a economia de energia se iguale a parcela paga, evitando que se tenha dois custos (parcela + conta de energia).

Ou seja, com a geração de energia solar, a economia gerada na conta de luz consegue pagar a parcela mensal do financiamento.

Ao fim do financiamento, tem-se apenas o ganho da economia gerada.

Para se achar o ponto onde a parcela do financiamento fotovoltaico se iguala a economia do sistema é necessário que se faça “engenharia reversa”.

A economia de energia deve ser igual a parcela.

Sendo assim, se determinarmos o prazo do financiamento (no exemplo abaixo vamos utilizar 36 meses) e possuirmos a taxa de juros disponível, conseguimos chegar ao volume de capital financiado.


Financiamento Solar Fotovoltaico onde a economia é igual a parcela

Vamos supor que você gaste 700 kWh de energia por mês e sua tarifa seja no valor de R$ 0,78 / kWh. É possível constatar que sua conta de luz mensal média é de R$ 546,00 por mês (700×0,78).

Retirado o custo de disponibilidade de 100 kWh, podemos considerar que, idealmente, você buscará gerar 600kWh/mês e, portanto, busca uma economia de R$ 468,00 em sua conta.

Esse deverá ser o valor da parcela do financiamento.

Confira abaixo a simulação do financiamento de 40% do valor e do Financiamento Sem Entrada, bem como suas respectivas demonstrações de fluxo de caixa:

Exemplo 1 – Financiando Cerca de 40% do seu Sistema Fotovoltaico Prazo de Financiamento: 36 meses

Taxa de Juros Santander 36 parcelas: 1,664% ao mês

Economia = Valor da Parcela (R$ 468,00)

Valor Financiado: R$ 12.598,50 Para não alongarmos tecnicamente o artigo e explicarmos a fórmula financeira, que é longa, utilizamos uma calculadora financeira (HP 12C) e definimos o valor da parcela (R$ 468,00) como PMT (que significa valor do pagamento periódico), a Taxa de Juros de 1,664% como “i” e o Prazo de 36 meses com “n”, e calcularemos o Valor Presente “PV” para chegar ao valor do financiamento de energia solar.

Também é possível utilizar o Excel para esse cálculo (fórmula =PV) entre outras ferramentas

Ou seja, com o prazo de 36 meses, taxa de juros de 1,664% ao mês e pagamento mensal de R$ 468,00, conseguimos financiar o valor de R$ 12.598,50.

Dado que conseguimos financiar esse valor, devemos então investir o restante do pagamento “à vista”, ou seja, como entrada.

No nosso exemplo, você tem que gerar o montante de 600 kWh/mês de energia. Se você estiver localizado em uma cidade com solarimetria média no Brasil, precisará de um sistema por volta de 4,3 kWp.

Esse sistema, hoje em dia (abril/2017), tem o valor médio de R$ 32.400,00, instalado sem nenhum outro custo adicional.

Lembre-se sempre de levar esse fator em consideração, afinal todos os custos devem ser considerados, tanto de equipamentos, frete, como de projetos e serviços para a instalação.

No nosso exemplo teremos então R$ 12.598,49 financiados que representam 38,89% do valor total do sistema e iremos pagar a diferença de R$19.801,51 à vista (61,11%), sendo que o restante das parcelas será igual a economia que você terá na sua conta de energia!


As 9 melhores linhas de financiamento de Energia Solar Fotovoltaica disponíveis

Agora que você já conhece as modalidades e variações que os tipos de financiamento podem oferecer, queremos prover-lhe de uma lista com as melhores linhas disponíveis e uma avaliação individual de cada uma delas.

Esses subsídios são oferecidos através de bancos públicos e privados, como as linhas de financiamento para energia solar Banco do Brasil.

Elencamos aqui as linhas mais relevantes e importantes para o setor solar e também que oferecem os maiores benefícios aos grupos de clientes a que se destinam. São elas:

  1. FNE Sol

  2. Linha Sustentabilidade Santander

  3. Proger Urbano Empresarial Banco do Brasil

  4. Financiamento para Energia Solar – Sicredi

  5. Financiamento de Energia Solar – Banco da Amazônia

  6. Agro Pronaf Banco do Brasil

  7. FCO Banco do Brasil

  8. Finame do BNDES

  9. Construcard – Caixa Econômica Federal

Que saber mais sobre esse assunto? A VixFire te ajudar, entre em contato com a gente!


Energia Solar, invista certo!

Curte, Comente e Compartilhe esse post com mais pessoas.

#vixfire #vf #curte #comente #compartilhe #energiasolar #fotovoltaica #energiafotovoltaica #investir #qualidade #valorizar #economizar #retorno #manutenção #vidaútil #sistemadequalidade #projetodequalidade #energiasustentável #gerecomosol #vixfirees #energíafotovoltaica #sustentabilidade♻️

#facaadiferencasintaadiferenca #gerecomosol